Vicky Cristina Barcelona









Dica de filme
Vicky Cristina Barcelona
, 2008

Woody Allen
Continuação do tema:
A revolução sexual é puro marketing de comportamento

Os personagens do filme são arquetípicos (o artista, a rebelde, a patricinha, a insana). Assim podemos ter uma visão das identidades individuais e as possibilidades do mundo atual e como isso se relaciona ou não. Eu fico feliz em ver que existe mais respeito sobre as posturas e atitudes das pessoas na Europa e mesmo no Brasil. Contudo, continua-se ainda muito careta. Intimidade, espontaneidade, carinho e cuidado continuam a serem escassos nas relações amorosas. E a solidão e o preenchimento desse vazio com "pequenos" delitos são comuns.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Zygmunt Bauman e a Pós-Modernidade

Contardo Calligaris: "Não quero ser feliz. Quero é ter uma vida interessante"

O QUE PODE O CORPO? DANI LIMA E VIVIANE MOSÉ