A Musa e a Dança / Gilligan em ação na formação em Coaching Generativo

.
Há algum tempo atrás, ela me disse: "Eu sou sua, não me devolva para o meu self". Eu achei aquilo muito estranho no meu mundo cartesiano, eu não entendia os movimentos, não entendia toda a que aquela cena, não entendia toda aquela generatividade. Mas um dia, aconteceu o milagre, por alguns segundos eu acordei e aquelas palavras fizeram todo o sentido:


"o universo se move.
A vida é um baile.
Nós não somos os dançarinos,
Nós somos a dança"

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Zygmunt Bauman e a Pós-Modernidade

Teoria U - Otto Scharmer